Review Hello Kitty Flower Blue

 

Marca: KAPUALOVE

Modelo: Hello Kitty

Composição: 100% algodão orgânico

Gramagem: 290 g/m2

Tamanho: 5 (420x72cm)

Cor: Preto & Azul

 

Hoje comemora-se, em Portugal, o aniversário da Revolução dos Cravos. Um movimento cujo objetivo foi derrubar o regime existente com o intuito de promover transformações sociais no nosso país.  Como forma de agradecimento, a população saiu às ruas para comemorar o fim da ditadura de 48 anos, e distribuiu cravos, a flor nacional, aos soldados rebeldes, dando origem ao nome "Revolução dos Cravos".

Dia 25 de Abril é o Dia da Liberdade. Liberdade de decidirmos por nós próprios, liberdade para nos expressarmos sem seremos presos ou punidos fisicamente por isso. Liberdade de fazermos o que queremos com as consequências que daí advêm.

Esta review foi um verdadeiro desafio, que não seria possível se em 1974, vários militares não se tivesse juntado e reivindicado por aquilo que acreditavam.

A Inês e a Dulce tiveram este pano durante duas semanas, uma para cada uma, onde tinha de o experimentar e partilhar convosco o que acharam dele.

Ódio Vs Amor

A minha história com este pano, começa na devolução de um outro pano da Kapualove que tivemos o prazer de receber (ver aqui). A marca ficou tão feliz com o feedback e spam recebido que perguntou-me se não estaria interessada em receber uma “Hello Kitty”. Vou-vos contar que na altura pensei duas vezes na resposta (ou será que foram mais?). Se por um lado, gostava muito de experimentar outro pano desta marca, com outra composição, estava certa de que seria uma luta existencial para mim. Devem se estar a perguntar porque, certo?

Bem... Digamos que a "Hello Kitty" não é de todo a minha boneca preferida (para não dizer pior, fico-me por aqui laughing) e foi isso que disse à marca. Mas decidi que, como a vida é feita de desafios, porque não aceitar mais um. Respondi que podiam enviar e fiquei a aguardar que chegasse. Quando chegou, ooowwww... que pano lindo, e onde raio está a "bicha"? Confesso que foi preciso olhar com atenção para o pano para ver mais do que flores. Um pano em tons de azul e preto, cheio de flores, a lembrar a primavera.

Um pano 100% algodão orgânico, com 290 g/m² de gramagem, lindo de usar, super confortável e com um bom suporte. Um pano que já chegou a mim macio (atenção que fui a primeira pessoa desta viagem), sem precisar de grande uso para quebrar e fácil de ajustar.

Um pano pelo qual me apaixonei, que me deixa saudades. Será que a Dulce teve a mesma opinião que eu? Venha daí descobrir!

 

Inês Leite Rocha

O Lado Selvagem

Este Hello Kitty chegou-me às mãos com grande expectativa. Não é que seja grande fã da Hello Kitty porque também não sou. Não sou fã, mas também não odeio a gatinha fofinha. A expectativa era elevada porque já tinha testado o Kapualove anterior, um dos melhores panos que testei. Imaginam a minha ansiedade em ter este pano em mãos.

E assim que ele chegou notei logo que não era muito suave ao toque. Os seus desenhos dão-lhe um toque texturizado. Não é desagradável, só não lhe confere aquela sensação de aconchego de que tanto gosto num pano. Esta rugosidade ajuda na aderência nas amarrações. Não deixa o pano fugir, nem deixa que o meu toddler fuja das amarrações. É um pano que ajuda a fazer as amarrações, ou seja, fixa bem nas costas do bebé e nos ombros e não descai ou cai.

Tive a oportunidade de fazer alguns passeios com este pano, experimentei vários portes (frente, lado e costas) e portes de camada única e de várias camadas. De uma forma geral, gostei do comportamento do pano nas amarrações. Já estava quebrado, tolera bem os nós e as várias camadas, contudo não o achei muito confortável nos longos passeios que fizemos. Mesmo com portes de várias camadas, que permitem uma melhor distribuição de peso do bebé, no final do passeio os meus ombros estavam desconfortáveis, não sei se pela rugosidade do pano, se pelo suporte médio do pano ou se pelo facto de andar em descidas e subidas por montes e caminhos de cabra. Este pano não teve a vida facilitada em nenhum aspecto laughing

Fomos passear as cascatas de Montelavar em Sintra. Para quem não conhece o sítio, recomendo. Aviso já que carrinhos de bebés não são mesmo permitidos (porque não se consegues passar se quer em determinados sítios com o carro de bebé e os caminhos são muito acidentados). É um passeio muito giro para quem gosta de aventura, natureza, caminhar e claro BABYWEARING!

E apesar de não ter ficado apaixonada por este pano, apesar de não ter sitio o pano mais indicado para explorar caminhos acidentados de vegetação densa, ainda assim este pano foi o ideal para este passeio intenso. As cores escuras e o design com flores ofereceram a camuflagem perfeita, a trama fechada mas ao mesmo tempo arejada permitiu uma caminhada sem calor nem transpiração e no fim sempre posso dizer que se não fosse este pano não teria sido possível este passeio.

Muitas aventuras com babywearing para vocês!

Dulce Ferreira